Para que serve metronidazol

O metronidazol é um medicamento antibiótico classificado como anti-infeccioso, anti-parasita e antibacteriano. O seu uso é recomendado principalmente no tratamento de amebíase, giardíase, trichomoniase, colite, pseudomembranosa, infecção por H. Pylori e no tratamento de infecções cirúrgicas. O uso do metronidazol é indicado pelos médicos no combate a infecções de pele, articulações, estomacais e vaginal. Ele pode ser encontrado a venda em cápsulas e gel (uso adulto) ou líquido (uso pediátrico).

Mas… para que serve metronidazol:

O metronizadol serve para combater infecções causadas por protozoários e bactérias anaeróbicas, entre elas: amebíase intestinal e hepática, infecção anaeróbica, infecção por bactérias anaeróbicas (bacteroides, fusobacterium, eubactéria, clostridium, estreptococos anaeróbios), lambliasis, uretrite e vaginite por trichomonas.

Igualmente, o metronizadol também serve para auxiliar no tratamento de doenças dermatológicas como a acne e na prevenção de infecções pós-operatória por bactérias anaeróbicas, principalmente as bactérias chamadas bacteroides e estreptococos. O antibiótico é eficaz no combate a bactérias porque sua ação consiste em inibir a síntese do ácido desoxirribonucleico e na degradação do DNA.

metrodinazol

metrodinazol

Benefícios do uso do metronidazol:

No Brasil o metronizadol é vendido de duas formas: em caixas com 50 envelopes com 10 cápsulas de 250 mg em cada envelope (recomendado para uso adulto) ou em caixas com 50 frascos de 100 ml do medicamento (recomendado para uso pediátrico) e o tratamento costuma ter duração aproximada de 14 dias.

O metronizadol pode ser encontrado a venda em farmácias, e o seu nome comercial é Flagyl (cápsulas), produzido pelos laboratórios Pfizer ou MetroGel e Rozex na sua versão em gel (indicado principalmente para infecções bacterinas vaginais). Ao utilizar esse medicamento, é aconselhável não fazer ingestão de bebidas alcoólicas durante o tempo que dure o tratamento e até três dias após o seu término porque a combinação do medicamento com álcool no organismo pode provocar taquicardia, enjoo, vômito e aquecimento da pele.

Contraindicações do consumo do metronidazol:

O consumo do metroniadol não é aconselhável para mulheres grávidas ou durante o período de amamentação porque a substância pode causar danos ao feto e ao bebê. Ademais, o metronizadol quando testado em animais provocou casos de câncer, mas o seu uso em humanos não foi classificado como perigoso.

Entre os efeitos colaterais mais comuns estão o escurecimento da urina, alteração reversível de testes hepáticos, angioedema, anorexia, choque anafilático, comportamento depressivo, convulsões, diarreia, dor de cabeça, dor epigástrica, encefalopatia, erupção cutânea, erupções postulares, febre, hepatite celostática, mucosite oral, náuseas, neuropatia sensorial periférica, neutropenia, pancreatite, prurido, transtorno do sabor, transtornos transitórios da visão, trombocitopenia, vertigens e vômitos.

Pergunte ao seu médico.