Para que serve o ginkgo biloba

A ginkgo biloba é uma árvore de origem japonesa e é muito conhecido graças ao consumo do extrato das suas folhas que contribui a uma melhor vitalidade mental. Isso porque nas suas folhas são encontrados os antioxidantes flavonóides e terpenóides. Mas atenção, o consumo indicado é apenas das folhas e não dos seus frutos já que eles podem causar intoxicação.

Mas… para que serve o ginkgo biloba:

O uso de ginkgo biloba serve para estimular o cérebro já que possui ação direta nos níveis de regulação circulatório o que contribui a evitar uma sobrecarga intelectual e possível perda de memória e/ou concentração. Por essas características o ginkgo biloba é muito indicado para o tratamento de casos de demência e mal de Alzheimer.

Também pode ser utilizado para tratamentos estéticos, já que devido a sua ação antioxidante pode retardar os efeito do envelhecimento liberando radicais livres no nosso organismo e por sua ação benéfica a circulação pode ser indicada para o combate de varizes.

 

Ginkgo biloba

Ginkgo biloba serve para estimular o cérebro.

Benefícios do uso de ginkgo biloba:

O ginkgo biloba possui ação antioxidante no organismo e por esse motivo favorece diretamente a ativação do metabolismo energético. Ademais, contribui para um melhor estado do fluxo sanguíneo arterial, cerebral e também periférico o que ativa o metabolismo neuronal e protege as veias capilares já que aumenta a sua resistência. Graças a sua capacidade tônica, o ginkgo biloba não apenas é benéfico para melhorar o desempenho cerebral como também pode auxiliar a evitar casos de tonturas, zumbidos nos ouvidos, problemas como a labirintite e até dores intensas nas pernas e braços por problemas circulatórios.

O seu consumo é feito através de comprimidos, pó, extratos líquidos e folhas para chá e podem ser encontrados a venda em farmácias ou lojas de produtos naturais. A dose recomendado para o consumo de adultos não deve ultrapassar a 600 mg diários, mas essa medida deve ser ingerida em pequenas doses divididas ao longo do dia.

benefícios ginko biloba

Ginko biloba contribui para um melhor estado do fluxo sanguíneo arterial, cerebral

Contraindicações do consumo de ginkgo biloba:

Entre os efeitos colaterais do consumo de ginkgo biloba estão possíveis casos de desconforto gástrico como dores de barriga, irritação intestinal e dores de cabeça.

O uso de ginkgo biloba não é recomendado para mulheres grávidas ou durante a amamentação porque pode aumentar o risco de hemorragias. Igualmente é contraindicado para pacientes com epilepsia, ou que façam uso de medicamentos como anticonvulsivos, antidepressivos, anticoagulantes, anti-inflamatórios, antidiabéticos, diuréticos ou medicamentos para controlar a tensão arterial porque o ginkgo biloba pode potenciar o efeito dessas substâncias no corpo humano.

Pergunte ao seu médico.

Escribe un comentario en Para que serve o ginkgo biloba